Na luta contra a corrupção

Com faixa, camisetas e material informativo, voluntários do Observatório Social de Erechim promoveram ato público

09 de dezembro de 2015 17:30

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | | | |

Enquanto a crise política segue agravando a economia do país, voluntários integrantes do Observatório Social de Erechim – RS (OSE) promoveram ato público, que marcou o sábado (5). As atividades se concentram na Esquina Democrática e foram desenvolvidas em alusão ao Dia Internacional de Combate à Corrupção, comemorado nesta quarta-feira, 9 de dezembro, data exata em que a ONU – Organização das Nações Unidas assinou, em 2003, a histórica convenção contra a corrupção, visando estimular os países membros a desenvolver e implementar iniciativas sobre o tema.

Vestindo camisetas com os dizeres ‘Adote Área Livre de Corrupção’ e munidos de faixa questionando o cidadão sobre o que ele está fazendo para mudar a triste realidade brasileira, voluntários e associados da entidade também distribuíram panfletos informativos, explicando o objetivo da iniciativa, o que é a entidade e convidando a população a participar tendo olhos de observador e denunciar.

O grupo também aproveitou para pedir apoio da comunidade para a campanha do MPF – Ministério Público Federal de combate à corrupção e à impunidade, que é resultado da Portaria PGR/MPF nº 50, de 21 de janeiro de 2015, assinada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O trabalho teve início com os estudos desenvolvidos pela força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato na primeira instância e o desafio é coletar 1,5 milhão de assinaturas que pode dar origem a um projeto de lei de iniciativa popular, a exemplo do projeto que se transformou em Lei da Ficha Limpa. As 10 medidas propostas pelo MPF objetivam Transparência, Prevenção, Eficiência e Efetividade, visando aprimorar a prevenção e combater a corrupção e a impunidade. A população pode colaborar engrossando o abaixo-assinado em favor destas dez medidas.

Na manhã desta segunda-feira (7), o Procurador da República em Erechim, Carlos Eduardo Raddatz Cruz, recebeu das mãos de integrantes do OSE mais 2.266 assinaturas, que se somam a outras 800 já entregues em novembro. Cruz enalteceu a iniciativa observando que as pequenas corrupções retratam o quadro atual em pequena escala. “Essas pequenas iniciativas têm o grande mérito de conscientizar as pessoas com o tempo, porque quanto maior for o padrão ético da sociedade, melhor será o de seus governantes. Precisamos parar de culpar os outros e continuar praticando as mesmas coisas”, assinalou.

Até o fechamento desta edição, o número de assinaturas, conforme o “Assinômetro”, que pode ser acompanhado no site http://www.dezmedidas.mpf.mp.br já ultrapassava as 820 mil.

A presidente do OSE, Belonice Fátima Sotoriva Faitão, ratificou o objetivo da iniciativa, que tem a finalidade de conscientizar a população que é preciso combater a corrupção e que isso passa pelo apoio e ajuda da comunidade, que pode colaborar sendo observadora e denunciando aos órgãos competentes. Ela ressaltou que o propósito é contribuir para a melhoria da gestão pública, que passa pelo resgate de questões básicas com o entendimento de que o que é público está a serviço de todos e não dos interesses pessoais de quem quer que seja. O foco do trabalho é a prevenção, auxiliando a gestão pública em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos, mas, principalmente, fomentando gestos de cidadania dos munícipes.

Entidade integrada ao Observatório do Brasil, o Observatório Social de Erechim funciona como um espaço para o exercício da cidadania, democrático e apartidário. Entre seus associados estão entidades como Accie, CDL, Sindilojas, associações, empresas, Rotarys, conselhos profissionais, Secretaria da Fazenda do Estado, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado, Conselho de Contabilidade, instituições de ensino e cidadãos voluntários. Fundado em agosto de 2013, o Observatório Social de Erechim funciona na Sala 5 do prédio do Sindilojas, na Rua Nelson Elhers, 148. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3015-7766, pelo e-mail erechim@osbrasil.org.br ou pelo site www.erechim.osbrasil.org.br.

Via Diário da Manhã

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br