Evento marca a implantação do Observatório Social de Palotina

O presidente do Observatório Social do Brasil, Ney Ribas, ministrou palestra motivadora com o tema controle e combate à corrupção

24 de junho de 2016 17:13

Veja outras publicações das mesmas tags: | |

Foi realizado no último dia 21 o lançamento oficial do Observatório Social de Palotina – PR, evento este que reuniu um grande público na Asfuca.

O presidente do observatório, Marcelo Vendrame, comentou que o Observatório Social surge para contribuir com a comunidade no sentido de monitorar a aplicação dos recursos públicos, destacou que nas cidades onde o observatório se instala, os gastos públicos, tanto do executivo como do legislativo, apresentam significativa redução.

Esteve presente ainda a promotora Dra. Cristiane Aparecida Ramos, a qual frisou que agora são mais pessoas ajudando o Ministério Público a investigar possíveis irregulares dentro do município.

O presidente do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas, ministrou palestra motivadora com o tema controle e combate à corrupção. Durante a palestra ele mostrou alguns trabalhos que foram desenvolvidos pelo o observatório, principalmente a “vista grossa” realizada em licitações, onde foi possível reverter superfaturamentos em valor de mercado.

Ney comentou ainda sobre “Área Livre de Corrupção”, movimento que faz parte do observatório, o qual frisa que todo e qualquer cidadão, profissional, servidor, valorize os princípios da cidadania, as boas práticas de ética, moralidade, transparência e profissionalismo. Além de assumir o papel de protagonista das mudanças que todos queremos ver no Brasil, praticando e motivando outras pessoas a incorporar as boas práticas de conduta por meio das pequenas atitudes.

Observatório Social de Palotina
União local – O Observatório Social de Palotina foi criado no mês passado durante encontro de lideranças representantes de diversos segmentos da comunidade. A fundação do Observatório Social reuniu entidades como a Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Associação Comercial e Empresarial de Palotina (Acipa); Rotary Club Palotina; Rotary Club Palotina Pioneiro; Ministério Público; Loja Maçônica Três de Dezembro e Associação Municipal dos Suinocultores (AMSP).

Outras entidades poderão aderir ao movimento que tem cunho apartidário e democrático. Ao reunir entidades representativas da sociedade civil, o órgão pretende atuar em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. Durante a reunião de fundação as lideranças se inteiraram dos objetivos do Observatório Social, com apresentação e aprovação do estatuto da associação que se reunirá provisoriamente em uma sala na Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Palotina.

Também fazem parte do Conselho de Administração do Observatório Social de Palotina: Rodrigo Brunieri Castilho (Diretor Administrativo-financeiro); Olenia Terezinha Rinaldi (Diretora de Educação Fiscal); Milvo Antonio Missio (Diretor de Relações Institucionais) e Láudio Luiz Soder (Diretor de Controle Social). São conselheiros titulares: Luiz Carlos Miotto e Ieda Maria Daniel Schreiner. O conselheiro suplente é Cleverton Cremonese de Souza.  (Fonte: Jornal Folha de Palotina)Serpa Rampazzo (promotora de Justiça), Mário Cesar Locatelli (empresário) e Olenia Terezinha Rinaldi (professora).

Objetivos
Atuar como organismo de apoio à comunidade para pesquisa, análise e divulgação de informações sobre o comportamento de entidades e órgãos públicos com relação à aplicação dos recursos, ao comportamento ético de seus funcionários e dirigentes, aos resultados gerados e à qualidade dos serviços prestados; Congregar, localmente, representantes da sociedade civil organizada, executivos e profissionais liberais de todas as categorias, sem vinculação político-partidária, dispostos a contribuir no processo de difusão do conceito de cidadania fiscal, servindo a seu grupo profissional e à sociedade em geral; Possibilitar o exercício do direito de influenciar as políticas públicas que afetam a comunidade, conforme está assegurado pelo artigo 1° da Constituição Federal de 1988: “TODO PODER EMANA DO POVO“; Incentivar e contribuir com o aprimoramento pessoal e profissional de membros da comunidade e de profissionais ligados às áreas de interesse do OS, através de cursos, seminários, palestras, debates, grupos de estudos, entre outras atividades; Incentivar e promover eventos artísticos e culturais que possam contribuir para a criação da cultura da cidadania fiscal e popularização das ferramentas de participação dos cidadãos na avaliação e monitoramento da gestão dos recursos públicos; Contribuir, diretamente, para que haja maior transparência na gestão dos recursos públicos, de acordo com o previsto no artigo 5º, incisos XIV e XXXIV; no artigo 37, parágrafo 3º da Constituição Federal de 1988; Estimular a participação da sociedade civil organizada no processo de avaliação da gestão dos recursos públicos, visando defender e reivindicar a austeridade necessária na sua aplicação, dentro de princípios éticos com vistas à paz e à justiça social; Incentivar e promover o voluntariado nas ações educativas e operacionais em favor dos direitos do cidadão e contra a corrupção; Realizar e divulgar estudos relativos a atividades governamentais e empresarias de interesse da comunidade; Participar da Rede OSB de Controle Social como forma de facilitar o cumprimento das ações locais de Educação Fiscal e Controle dos Gastos Públicos; Reverter o quadro de desconhecimento, por parte de indivíduos, empresas e entidades, de mecanismos capazes de possibilitar o exercício da cidadania fiscal e o controle da qualidade na aplicação dos recursos públicos; Apresentar propostas para o desenvolvimento de projetos, atividades, estudos, que contemplem a promoção de mudanças fundamentais e essenciais no processo de gestão dos recursos públicos, principalmente nas áreas de saúde, educação, recursos humanos, licitações, gastos do poder legislativo e assistência social.

Via Portal Palotina 

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br