Dois dias de atividades marcaram o 3º Encontro Nacional dos OS

Entre as intensas atividades o Presidente do OSB, Ater Cristofoli, destaca as assinaturas de termos de parceria com o Sindafep e com a Anabb, por meio das quais será possível ampliar a rede de observatórios

Publicado para | Controle Social | Destaque | Evento em 17 de Abril de 2013 17:30

O pesquisador e Diretor Executivo do OS de Brusque, Evandro Gevaerd, participou como mediador do “painel de discussão” que teve como tema “Parcerias e ferramentas que apoiam o trabalho dos OS”. (Foto: Dionei)

Depois de dois dias, terminou no sábado (13), em Curitiba, o 3º Encontro Nacional dos Observatórios Sociais. O evento, realizado pelo Observatório Social do Brasil e patrocinado pelo Sebrae, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e Sindicato dos Auditores Fiscais Estaduais do Paraná (Sindafep) contou com a participação de representantes de municípios de 12 diferentes estados brasileiros, entre os quais de 52 localidades onde existem observatórios sociais. “Foi uma oportunidade para coletivização das informações, para novas parcerias importantes visando os encaminhamentos dos observatórios e, principalmente, para sedimentar o trabalho que vem sendo feito nas diversas cidades brasileiras”, comenta o presidente do Observatório Social do Brasil (OSB), Ater Cristofoli, entidade que coordena a rede de observatórios sociais e promoveu o encontro.

 

Veja as fotos do segundo dia

Presidente do OSB, Ater Cristófoli (gravata cinza) e presidente da Anabb, Sérgio Riede (gravata vermelha) ladeados pelo funcionários e ex-funcionários do Banco do Brasil, que fazem parte de Observatórios Sociais pelo Brasil (Foto: Anderson Luís Nicoforenko/RCD – Sistemas de Comunicação)

Entre as intensas atividades, Cristofoli destaca as assinaturas de termos de parceria com o Sindicato dos Auditores Fiscais Estaduais do Paraná (Sindafep) e com a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (Anabb), por meio das quais será possível ampliar a rede de observatórios. No primeiro caso, a parceria consiste em fornecer subsídios para seis observatórios sociais no Paraná onde há Delegacias Regionais do Sindicato, além de apoio institucional e da parceria em ações de educação para a cidadania fiscal. No acaso da Anabb, haverá suporte financeiro da associação para a criação e manutenção de cinco observatórios sociais em localidades distintas que contenham associados.

O Presidente do OS de Abaetetuba (PA), fundado em dezembro de 2010, elogiou a proposta do encontro. “A qualidade das pessoas envolvidas no processo de compartilhamento de experiências é muito alta. Essa experiência, de participar de um evento como esse, agrega muito. A gente volta com mais gás para desenvolver os trabalhos nos OS.” A presidenta do Observatório Social de Mandaguari (PR), Elza Marteli Xavier, segue o mesmo raciocínio: “Eu vejo que o OSB está sendo encaminhado com muita responsabilidade e paixão, por conta disso a credibilidade da entidade aumenta. Percebe-se o respeito das organizações e adquirindo-se mais parcerias o trabalho sério e honrado ganha credibilidade.”

O conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Gilberto Valente Martins, foi o destaque do primeiro dia. Em sua palestra magna, Martins abordou as metas do CNJ para 2013, com ênfase na lei de improbidade administrativa, destacada na meta 18, da qual o conselheiro preside o grupo de trabalho para acompanhamento.

Aberto o 3º Encontro Nacional dos Observatórios Sociais
Conselheiro do CNJ participa de abertura do Encontro Nacional dos OS

O Conselheiro Gilberto Martins foi o responsável pela palestra magna do primeiro dia ratificando a importância do papel do cidadão na fiscalização da ocupação de cargos comissionados nos municípios, recomendando a utilização das ferramentas no portal na internet do CNJ. (Foto: Anderson Nicoforenko/RCD – Sistemas de Comunicação)

Pelo evento, que contou com a presença de vários representantes do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), de várias cidades brasileiras, ainda passaram o juiz federal, Anderson Furlan abordando Lei da Transparência e Lei de Acesso à Informação, o ator mirim, Fhelipe Gomes no lançamento do primeiro vídeo que marca as atividades de 2013 do Movimento Área Livre de Corrupção e diversos homenageados, fundamentais na existência e efetividade de várias ações do OSB.

Completando a programação, um workshop marcou o compartilhamento das boas práticas entre os OS e foi o ponto alto de interação entre os observadores de todo o país. A prática possibilitou aos entusiastas da constituição de novos observatórios sociais e integrantes de instituições recém-formadas o entendimento da rotina de observatórios já consolidados e conhecimento sobre como trilhar uma trajetória de sucesso para a instituição em seu município, como lembra a coordenadora do OS de Marechal Cândido Rondon (PR), Cristina Luiza Lizzoni. “O encontro vale bastante para os iniciantes, para saberem o ponto de partida e iniciar os procedimentos básicos dentro dos padrões mínimos da rede.”

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | |

Mantenedores

Patrocinadores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.