Acadêmicos participam de encontro sobre Observatório Social

Os membros do Observatório Social de Canoinhas também fizeram suas contribuições. O Coordenador Geral Gilson Jose Pedrassani, destacou a importância da implantação do Observatório da cidade de Canoinhas

08 de agosto de 2013 18:30

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | |

Os acadêmicos dos cursos de Administração e Ciências Contábeis do campus de Canoinhas participaram no último dia 1 do encontro sobre Observatório Social, na sede da ACIC.

O encontro contou com a palestra ministrada pelos membros do Observatório Social do Brasil (OSB), Sr. Ney da Nóbrega Ribas, do Observatório de Ponta Grossa-PR e Srª. Roni Enara, Diretora Executiva do OSB-Brasil. Os palestrantes apresentaram as atribuições e funções que um observatório necessita para justificar sua função social em uma sociedade em construção. Destacaram, principalmente, a função de se incluir no controle dos gastos públicos, a diminuição da corrupção no Brasil, em especial a nível das prefeituras. Apresentaram também, várias situações de corrupções em prefeituras do Paraná, em que a corrupção chegou a mais de 300 milhões de reais desviados.

Auditório lotado para conhecer o trabalho do Observatório Social (Foto: UnC)

Com o slogan “Área Livre de Corrupção”, a rede de observatórios do Brasil tem como propósito contribuir para melhorar a gestão pública, que passa pelo resgate de questões básicas como o entendimento do que é público está a serviço de todos e não dos interesses pessoais de quem quer que seja.

Os membros do Observatório Social de Canoinhas também fizeram suas contribuições. O Coordenador Geral Gilson Jose Pedrassani, destacou a importância da implantação do Observatório da cidade de Canoinhas, “é com a participação das 22 entidades, que fazem parte do Observatório de Canoinhas, de onde iremos contribuir para o desenvolvimento do município e, principalmente no acompanhamento do destino dos recursos públicos, para que os mesmos sejam efetivamente bem empregados”. Já o Coordenador Executivo do Observatório, Professor Mestre Reinaldo de Lima Jr, destacou a importância desse acompanhamento, enfatizando em seus estudos na dissertação de Mestrado, ao fazer uma análise em todos os municípios catarinenses, sobre a aplicação dos recursos públicos no desenvolvimento dos mesmos, “é fundamental acompanhar as receitas e os gastos dos gestores na efetivação do desenvolvimento municipal”.

Ribas apresentou o Movimento Área Livre de Corrupção e as peças que compõe as campanhas, como o boton (Foto: UnC)

O professor Dr. Reinaldo Knorek, membro do Observatório, explica que, no Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional da UnC esta temática sempre esta em debate, pois, as políticas públicas de desenvolvimento são uma das linhas de pesquisa do programa, “Temos consciência da importância na participação e no acompanhamento dos gastos públicos, pois, é no intuito de se evitar ao máximo a corrupção e o mal uso dos recursos públicos que, faz do Observatório Social uma das tarefas primordiais de combate a corrupção nos municípios e, sobretudo, a nível empresarial e nacional, é um exercício de cidadania. Assim sendo, os serviços públicos podem e devem ser de qualidade e os recursos para tal podem e devem ser bem aplicados, pois a corrupção é um mal que assola o país e precisa ser combatido em todos os níveis, tanto público como privado”.

Via Universidade do Contestado

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br