Voluntários de Sorocaba criam rede para fiscalizar gastos do poder público

Grupo é formado por 15 pessoas, que observam como prefeituras e câmaras de 27 municípios da região gastam dinheiro público

15 de janeiro de 2018 18:48

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | | | |

Um grupo de voluntários de Sorocaba (SP) criou, há cerca de um ano, uma rede para fiscalizar gastos do poder público de 27 municípios da região. Denominado Observadores Sociais, o grupo é formado por 15 pessoas, que são responsáveis por saber onde será investido o dinheiro público.

O Observatório Social do Brasil é uma instituição não-governamental e sem fins lucrativos, formada por integrantes sem partido político. A entidade está distribuída em 105 cidade de 19 estados brasileiros.

“Nós damos o voto, o nosso representante exerce bem ou mal e deixamos de acompanhar e achamos que isso é uma função importante. Como cidadãos, precisamos acompanhar melhor os nossos representantes e se preocupar com o que está acontecendo em nossa comunidade”, diz o advogado João Francisco Dos Santos.

A principal função dos voluntários é observar como as prefeituras e câmaras das cidades gastam o dinheiro dos cofres públicos, que é arrecadado da população por meio dos impostos.


Voluntários de Sorocaba criam rede para fiscalizar gastos do poder público (Foto: Reprodução/TV TEM)

“Temos advogados, engenheiros, professores. A ideia é ter o maior número de pessoas que representem a sociedade civil para que essas pessoas se reúnam“, afirma Elias Magurno, presidente do Observatório Social do Brasil de Sorocaba.

O trabalho pode levar algum tempo, já que inclui acompanhar desde a publicação de um edital à entrega de um produto ou serviço para a população. As pesquisas dos colaboradores podem ser feitas sem precisar sair de casa, apenas com um computador.

Selma Alba Casalicchio, por exemplo, trabalhou como auditora fiscal durante parte de sua vida, mas decidiu virar voluntária após a aposentadoria. Há dois anos, ela dedica oito horas por semana a pesquisas no Portal da Transparência da Prefeitura de Sorocaba.

“Sabemos que nosso dinheiro não é bem gasto. Como cidadã, me vejo na obrigação, ainda mais porque recebi de cofres públicos, de prestar um serviço usando alguns conhecimentos que tenha adquirido em prol da população”, explica a aposentada.


Selma acompanha licitação para compra de brinquedos para escolas da cidade (Foto: Reprodução/TV TEM)

Atualmente, Selma acompanha uma licitação para a compra de brinquedos infantis para escolas da cidade. A prática chamou a atenção de seu neto.

“Vou continuar acompanhando para saber desde pequeno como fazem com os gastos, a quantidade de dinheiro que será gasta em cada projeto”, declara Guilherme.

Quem tiver interesse em se tornar voluntário do Observatório Social do Brasil em Sorocaba deve entrar em contato com a instituição pela internet.


Guilherme se inspira na avó como exemplo de cidadania (Foto: Reprodução/TV TEM)

Via G1

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br