Voluntários auxiliarão na redução das contas públicas do município

O OSSJC representa o sétimo observatório implantado no estado de São Paulo e faz parte de uma rede composta por 75 cidades em 14 estados brasileiros

14 de maio de 2013 18:38

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | |

Com o objetivo de otimizar a gestão no município por meio da economia gerada aos cofres públicos, foi fundado oficialmente no último dia 08 o Observatório Social de São José dos Campos (OSSJC) – SP.

São José dos Campos (SJC) agora faz parte da rede de observatórios sociais do Brasil, formada por 75 entidades em 14 Estados. Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, apenas Ilhabela contava com um Observatório Social (OS) estruturado.

A entidade reúne um grupo de cerca de 50 voluntários, que representam vários segmentos da sociedade civil, e conta com apoio de órgãos como Ministério Público (Federal e Estadual) e Receita Federal.

A solenidade de abertura ocorreu na Câmara Municipal e contou com palestras da diretora executiva do Observatório Social do Brasil (OSB), Roni Enara, e do professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM) – PR, Marcílio Hubner, um dos pioneiros da iniciativa.

No estado de São Paulo ainda contam com a atuação de OSs as cidades de São José do Rio Preto, Ilha Solteira e Suzano. Os municípios de Itu e Ribeirão Preto também estão em fase de implantação da iniciativa.

Roni Enara falou sobre a importância de um OS para a cidade e para o estado de São Paulo. “São José dos Campos é uma cidade estratégica em São Paulo. Esse novo OS nasceu com o propósito de contribuir para que outras cidades da região constituam observatórios.”

Controle

Em resumo, a entidade trabalha pela melhoria da gestão pública. Para tanto, monitora as licitações da prefeitura e propaga ações de educação fiscal.

“Os grupos são integrados por cidadãos que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude”, destaca Roni.

Dez voluntários fazem parte do primeiro conselho de administração e do conselho fiscal do OSSJC, presidido por Paulo Sampaio, funcionário da Petrobras, e pela vice Janaina Dias, coordenadora do Conselho da Mulher Empreendedora da Associação Comercial e Industrial (ACI).

A auditora fiscal da Receita Federal, Ana Cristina Zuccaro Wajsman, foi coordenadora na fase de implantação da entidade em SJC. “O Observatório efetiva o direito constitucional do cidadão em acompanhar as ações do Estado”, diz.

A nova entidade ocupará uma sala na região central do município, junto com o Lions Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail sjc.observatoriosocial@gmail.com.

Com informações de Xandu Alves, via O Vale
Fotos: Press Imagem – Foto e Víceo

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br