São Leopoldo agora tem Observatório Social

O evento de lançamento contou com a presença do presidente do OSB, Ney Ribas e de Antônio Palácios, presidente do OS Porto Alegre e do CRC

02 de junho de 2017 14:43

Veja outras publicações das mesmas tags: | | |

Na última quarta-feira (31), a Associação Comercial e Industrial de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo – RS (ACIST-SL) sediou a assembleia geral para a instalação e posse dos conselhos Administrativo e Fiscal do Observatório Social de São Leopoldo. A presidência do conselho ficará com o empresário Fernando Tamujo. A Associação é mantenedora institucional do Observatório, cedendo suas instalações para sediar as atividades do mesmo.

O evento contou com a presença do presidente do Observatório Social do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas e de Antônio Carlos de Castro Palácios, presidente do OS Porto Alegre.

Para atuar, o OSSL recebe recursos financeiros de instituições e de pessoas. São utilizados para a manutenção da equipe que monitora as compras públicas do município. Para ser um apoiador, basta entrar em contato com André Ozinski, pelo fone 51 98188-2898 ou e-mail andre@osinski.com.br

Conselho Administrativo:

Presidente: Fernando Tamujo
Vice-presidente para contabilidade: Maria do Socorro Bittencourt
Vice-presidente Financeiro, Gestão e Finanças: André Gozinski
Vice-presidente de Assuntos Institucionais e Alianças: Leila Silva de Camargo
Vice-presidente para Assuntos Legais e do Controle Social: Álvaro Nonnemacher
Vice-presidente para Procedimentos e Metodologia: Eduardo Muniz Werneck

Conselho Fiscal:

Dalva Dolores Henrich, Silvana de Fátima Sousa de Oliveira e Sandoval dos Santos

Suplentes:

Virginia Maria Rodrigues, Jaures de Oliveira e Ernane  Juarez Panitz

Saiba Mais:

Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, o Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, o Observatório Social atua em outras frentes, como:

• a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade do cidadão acompanhara aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos.

• a inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhorando qualidade e preço nas compras públicas.

• a construção de Indicadores da Gestão Pública, com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município, fazendo o comparativo com outras cidades de mesmo porte. E a cada 4 meses realiza a prestação de contas do seu trabalho à sociedade.

 

O OS é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Via imprensa ACIST
Coordenação: SENHA Comunicaçâo Integrada
Redação e fotos: Elizabeth Renz

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br