OSB – Sorocaba: o cidadão de olho no dinheiro público

Nesta quinta-feira (19), no auditório Uniso, será procedida a constituição do Observatório Social do Brasil – Sorocaba

18 de novembro de 2015 17:57

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | |

O exercício da cidadania requer indivíduos que participem cotidianamente da vida de sua cidade, pois é no município que as coisas acontecem. Uma das obrigações mais importantes do cidadão é não aceitar ser vítima da corrupção; suas consequências são graves, pois o desvio de recursos públicos arruína todos os serviços urbanos, inviabiliza a melhoria dos equipamentos de transporte, as escolas, hospitais, e bens públicos necessários ao bem-estar dos cidadãos, impactando negativamente em obras de infraestrutura indispensáveis às cidades e ao País.

A corrupção aliada à má gestão traz à tona a primeira consequência, que é a falta crônica de verbas, ocasionando inflação e a parada da economia por falta de investimentos no País e, com isso, a recessão.

Na próxima quinta-feira (19), no Auditório da Universidade de Sorocaba – Uniso, Bloco F, situado na Rodovia Raposo Tavares, quilômetro 92,5, será procedida a constituição do Observatório Social do Brasil – OSB – Sorocaba.

Elias Magurno, empresário, integrante da comissão organizadora do OSB – Sorocaba, esclarece que o Observatório Social (OS) é um espaço para o exercício da cidadania que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública. Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de se indignar em atitude em favor da transparência e da qualidade da aplicação dos recursos públicos. Esses cidadãos são empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e todos os que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

SEU FUNCIONAMENTO – O OSB atua como pessoa jurídica em forma de associação, organizados em rede visando assegurar a disseminação de uma metodologia padronizada para a atuação dos observadores sociais, promovendo a capacitação e oferecendo suporte técnico primando por fazer uso da metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço; de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos púbicos.

Atua também na educação fiscal; na inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios; na elaboração de indicadores de Gestão Pública, prestando contas à sociedade a cada quatro meses.

Atualmente, a Rede OSB está presente em mais de 96 cidades em 17 Estados brasileiros. Em 2014, contando com aproximadamente 2 mil voluntários, estima-se que sua contribuição resultou em economia de R$ 1 bilhão para os cofres públicos municipais. Tão importante quanto números é a criação de uma nova cultura de participação do cidadão de olho no dinheiro público, pois é da forma que a sociedade estiver organizada é que teremos fluidez e excelente custo benefício para as pessoas.

Para mais informações entre em contato pelo e-mail osb.sorocaba@gmail.com;

Telefone (15) 9-9776-9998; Pagina local no Face: observatório social do Brasil – Sorocaba (em Constituição). Na segunda-feira foi constituído o Observatório Social da cidade de São Paulo, e na terça-feira o de Natal, no Rio Grande do Norte.

Sorocaba

Via Diário de Sorocaba, edição 1875 de 15 de novembro de 2015

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br