OS de Campo Mourão apresenta ações e resultados à comunidade

Esta é a segunda reunião semestral realizada, e contou com diversos representantes de órgãos públicos e de outras instituições.

12 de dezembro de 2012 17:35

Aconteceu na noite desta quarta-feira (12), no auditório da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a prestação de contas do Observatório Social de Campo Mourão.

Um bom público – constituído principalmente por lideranças da comunidade, vereadores atuais e eleitos, profissionais liberais, empresários, representantes de órgãos públicos e de outras instituições – se fez presente ao evento.

Após a abertura, com a execução do Hino Nacional, foi realizada a apresentação da legislação que legitima a atuação do Observatório Social, como a Constituição Federal e também a Lei de Acesso a Informação. Foi a segunda reunião semestral de prestação de contas à comunidade realizada pela entidade mourãoense, que possui um Grupo Gestor que promove reuniões mensais para deliberações de ações e avaliações.

Público da segunda reunião semestral do OS Campo Mourão (Foto: OS Campo Mourão)

À convite do presidente do Observatório Social de Campo Mourão, Eloi Bonksoki, o presidente do Observatório Social do Brasil, Ater Cristófoli, fez uma explanação sobre a disseminação da entidade no país. Cidades de 12 estados brasileiros já contam com Observatório Social. No Paraná já são 28 e no país são 66, com um elevado número de outras unidades em fase de implantação.

Ater Cristófoli afirmou que em municípios mais organizados e com administrações mais transparentes a relação entre o Observatório Social e o poder público local é melhor. Citou o caso do bom entrosamento existente, por exemplo, em Toledo. A Prefeitura chegou a instalar duas câmeras na sala onde são realizados os pregões para que a comunidade possa acompanhar – via internet – todas as licitações realizadas, ficando inteirada de onde e como estão sendo aplicados os recursos públicos. O presidente do OSB adiantou ainda que a meta é implantar indicadores de gestão pública para que se possa melhor avaliar a atuação dos governos municiais, inclusive permitindo comparações.

 

Acompanhamento

O encontro prosseguiu com a apresentação de gráficos referentes as licitações realizadas pela Prefeitura de Campo Mourão, Fundação de Esportes, Fundação Cultural e Câmara de Vereadores entre maio e novembro deste ano. Zuleide Giraldi revelou que entre o valor máximo estipulado nos editais de licitação e o valor contratado, a economia foi superior a R$ 3 milhões (25 por cento). Explicou que o valor economizado daria para pagar o salário de 317 policiais durante quatro anos ou construir duas super creches como a edificada no jardim Batel. Ou então para pagar o salário de 122 professores ao longo de três anos.

A integrante do Grupo Gestor do Observatório Social de Campo Mourão alertou ainda para o elevado número de dispensas de licitações – inclusive comparando com outros municípios -, falou sobre a atuação da entidade na mobilização de empresas para que participem das licitações.

Outros dois integrantes do Grupo Gestor usaram da palavra. Nelson Botega falou sobre a concorrência pública aberta pela Prefeitura de Campo Mourão – depois suspensa – para a contratação de uma empresa para executar a manutenção da iluminação pública, num contrato milionário. Por sua vez, Miguel Teodorovicz discorreu sobre o Mandado de Segurança impetrado contrato o Município em razão da recusa em fornecer informações e cópias de documentos ao Observatório Social e do recente acatamento de denúncia pelo Tribunal de Contas do Paraná referente a última concorrência pública para o transporte escolar realizada pelo Município de Campo Mourão.

Via OS de Campo Mourão

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br