Observatório Social será fundado em Campos Novos

No dia 10 de novembro será realizada uma Reunião de Sensibilização com objetivo é articular as entidades e cidadãos

Publicado para | Cidadania Fiscal | Controle Social | Destaque | Evento | Fiscalização | Gestão Pública | Licitação | Monitoramento | Participação popular | Participação social | Transparência | Utilidade Pública em 06 de novembro de 2015 18:01

Campos Novos, o celeiro catarinense de grãos, ganhará uma entidade civil de controle social sobre a administração pública. Previsto para ser fundado nos próximos meses, o Observatório Social de Campos Novos vai congregar várias associações e entidades, pessoas físicas e jurídicas, além de órgãos de fiscalização do poder.

“Quem participa não pode ser filiado a partidos, exatamente para ter essa isenção da questão político-partidária. É uma entidade apolítica, um espaço para o exercício da cidadania”, comentou Mayck Wilhan Fagundes, advogado e um dos articuladores para a fundação do Observatório.

Segundo Mayck, no dia 10 de novembro será realizada uma Reunião de Sensibilização, ou seja, a explanação de como se dá o funcionamento do observatório e as providências para sua implementação. “Convidamos diversas pessoas e órgãos representativos da comunidade. O objetivo é articular as entidades e cidadãos camponovenses para iniciarmos formalmente a fundação”, reiterou. A reunião vai acontecer no Auditório João Carlos Bebber (Auditório da ACIRCAN/CDL) com início às 19h e toda a comunidade camponovense é convidada.

Em geral, os observatórios concentram-se na fiscalização dos poderes Executivo e Legislativo municipal, além de todos aqueles que, de alguma forma, recebem dinheiro público. O movimento considera que um dos principais ralos da corrupção está na base da administração pública, nos mais de 5 mil municípios brasileiros.

O articulador do Observatório em Campos Novos acredita que o momento é propício para a implantação da entidade “As pessoas estão mais atentas hoje. Nós percebemos diariamente a indignação da população nas mais diferentes formas de manifestação.”, analisou.“Nós percebemos o aumento do interesse dos cidadãos em relação à coisa pública”, comentou.

Mayck enfatizou que a Sensibilização de terça-feira dia 10, será apenas o início do processo“Esta reunião será o plantio da sementinha. Agora, se ela vai render frutos vai depender muito da receptividade da população. Nós observamos grandes resultados nos Observatórios que visitamos para o processo de formatação da ideia.
Então, acreditamos que aqui não será diferente” acrescentou.

O Observatório Social tem determinados eixos de atuação tais como: acompanhamento sistemático das licitações; educação fiscal; levantamento de indicadores da gestão pública municipal; defesa da inserção das Micro e Pequenas Empresas nos processos licitatórios, dentre outros.

O pretenso integrante do Observatório também não pode ter vínculo partidário nem ligação com a gestão pública.

Via Aconteceu CN

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | |

Mantenedores

Patrocinadores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.