Observatório Social mobiliza cidadãos e entidades na capital paulista

O objetivo foi orientar o nascimento de uma organização que promoverá a cidadania fiscal e transparência na gestão dos recursos públicos de São Paulo

26 de novembro de 2015 15:34

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | |

Foram quase dois anos de encontros e discussões sobre o melhor modelo para a implantação do Observatório Social de São Paulo , que será lançado pela organização da sociedade civil, em dezembro de 2015.

No último dia 10 de novembro, profissionais da contabilidade, empresários, entidades representativas da sociedade civil paulistana e cidadãos comuns, interessados no monitoramento de políticas públicas do município de São Paulo, participaram do seminário “Fórum Observatório Social da Cidade de São Paulo – Eu Quero mudar o Brasil”. O evento aconteceu no auditório da sede do Conselho Regional de Contabilidade doEstado de São Paulo (CRC-SP).

Representando o Observatório Social do Brasil – organização que coordena e orientamais de 150 observatórios sociais pelo país – estiveram o vice-presidente para Assuntos de Controle e Defesa Social, Ney de Nóbrega Ribas, e a diretoria executiva, Roni Enara, palestrantes do evento, juntamente com o coordenador geral do FOBSampa, o AuditorFiscal Paulo Abrahão.

Ambos trouxeram casos de sucesso e compartilharam as experiências adquiridas pelos observatórios que já ajudaram a economizar para os cofres públicos mais de R$ 1 bilhão apenas nos últimos 3 anos, evitando o desperdício e a corrupção em licitações públicas e mantendo sob monitoramento a utilização do dinheiro público. Controle Social, Educação Fiscal e Monitoramento de Políticas Públicas também fizeram parte da palestra principal.

O que te move?

O objetivo desta união de cidadãos e grupos de representações é monitorar e fiscalizar a aplicação dos recursos públicos, a fim de contribuir para a melhoria da gestão pública da cidade de São Paulo. É uma boa forma de ver o dinheiro pago em impostos retornando em benefícios aos paulistanos, coibindo o desperdício e a corrupção com o dinheiro público.

Como participar?

Observatório Social mobiliza cidadãos e entidades em São Paulo

fobsampaDa esquerda para a direita: Paulo Abrahão e Gioia Tosi (FOBSampa), Roni Enara e Ney Ribas (Observatório Social do Brasil) e Luiz Fuchs (FOBSampa)

Os Observatórios Sociais (OS) são organizações suprapartidárias instituídas e mantidas pela sociedade civil, tendo por objetivo promover a conscientização da sociedade para a cidadania fiscal e monitorar, junto às prefeituras, a adequada e transparente gestão dos recursos públicos, por meio de ações de
participação e controle social.

Diferente de outras iniciativas de controles sociais, que atuam na defesa de direitos específicos, o Observatório Social de São Paulo atuará na fiscalização dos Programas de Governo do Município de São Paulo, monitorando os processos de planejamento, execução e avaliação das políticas públicas, com especial ênfase na ação preventiva, para evitar o mau uso dos recursos públicos, e na ação programática, priorizando os resultados das políticas públicas.

Serviço:

Observatório Social de São Paulo
Facebook: https://www.facebook.com/Fobsampa
Mais informações: fobsampa@yahoo.com.br
Telefones: (11) 9 8539 3321 (Thiago) / (11) 9 4972 9810 (Leonilda)

Via APF

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br