Observatório Social do Brasil e Avança Brasil Maçons assinam acordo de cooperação

O objetivo é realizar ações conjuntas nas áreas como transparência e eficiência da gestão nos 5.570 municípios do Brasil

09 de dezembro de 2016 14:12

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | |

O Observatório Social do Brasil (OSB) e o Movimento Avança Brasil Maçons (ABM),  assinaram, no último dia 23 de novembro,  um Acordo de Cooperação com objetivo de realizar de ações conjuntas nas áreas de transparência e eficiência da gestão pública, controle social e prevenção à corrupção, ética e integridade nas relações entre o público e o privado.

O porta-voz do ABM, Nilton Caccáos Jr, frisou que o Movimento tem um compromisso com o Brasil e o controle social é fundamental para prevenção da corrupção. “Dentro da missão do ABM está explicito que para a transformação do Brasil em Estado liberal, somente se dará através da transparência e eficiência de tudo que é público, com limitação e separação clara de poderes”, disse Caccáos ao propor que o ABM incorpore o espírito dos observatórios sociais em prol de um país livre da corrupção, justo e perfeito.

O porta-voz ainda considerou que o trabalho dos observatórios é indispensável para o Brasil que queremos. “Vamos utilizar nossa capilaridade que atinge os 5.570 municípios do Brasil, através de nossos Embaixadores, para que ajudemos na expansão e consolidação dos observatórios”, completou.

Abaixo os termos do acordo:

Termos do Acordo entre ABM e OSB

Os Observatórios Sociais (OS) fomentam a participação do cidadão na fiscalização da aplicação dos recursos públicos a partir de uma metodologia de monitoramento de compras públicas nos municípios. O cidadão aprende a fiscalizar as contas públicas, exercendo o controle social e evitando desvio de recursos. Os observatórios funcionam em espaços abertos em parceria com diversas instituições e voluntários acompanham os contratos firmados pelos municípios desde o edital até a entrega do produto ou serviço. Estima-se que, nos últimos três anos, a atuação dos OS tenha gerado uma economia de cerca de R$ 1,5 bilhão, e já chega a R$ 300 mil/ano. Existem 113 observatórios em 19 Estados.

O Presidente do OSB, Ney Ribas, reforçou que os objetivos do OSB e do ABM são convergentes o que facilitou muito o alinhamento para o acordo. “Em duas reuniões que tivemos para afinar as conversas e chegar no acordo, percebemos que essa colaboração trará muitos frutos bons para nosso Brasil”. Quando homens livres e de bons costumes, colocam em prática suas virtudes, não há dúvidas que o resultado será maravilhoso.”, completou Ribas.

Para mostrar o potencial de um Observatório Social, Ney Ribas exemplificou, “trabalhamos poucos meses no município de Suzano/SP onde conseguimos economizar para o Município R$ 3.800.000,00 em duas denúncias para o Ministério Público”.

Via ABM

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br