Observatório Social de Itabuna ganha apoio da sociedade

Sociedade civil organizada aderiu ao projeto, que tem a finalidade de acompanhar e fiscalizar, de forma democrática e apartidária, as atividades do Poder Executivo e Legislativo Municipal, no que diz respeito a aplicação dos recursos públicos, visando a melhoria da gestão pública

09 de julho de 2014 17:19

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | |

Durante a reunião preparatória para a implantação do Observatório Social de Itabuna (BA) realizada nesta segunda-feira (7), na sede da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, a sociedade civil organizada aderiu ao projeto, que tem a finalidade de acompanhar e fiscalizar, de forma democrática e apartidária, as atividades do Poder Executivo e Legislativo Municipal, no que diz respeito à aplicação dos recursos públicos, visando a melhoria da gestão pública.

O conteúdo e as ações institucionais desenvolvidas pela Rede OSB foram apresentadas pela vice-presidente de Tecnologia e Gestão do Observatório Social do Brasil, Iara Dórea Vaz, que reforçou a importância de envolver toda a sociedade civil organizada. “Não basta apenas sinalizar positivamente a participação, é necessário que os representantes da sociedade venham contribuir para o andamento das atividades de monitoramento das licitações à nível municipal”, revelou.

Segundo Iara, o Observatório Social do Brasil (OSB) atua como pessoa jurídica, em forma de associação, faz o uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos.

A Rede OSB está presente em mais de 80 cidades, em 15 estados brasileiros. São cerca de dois mil voluntários trabalhando pela causa da justiça social nos Observatórios Sociais pelo Brasil afora. Estima-se que, com a contribuição desses voluntários, há uma economia de mais de R$ 300 milhões para os cofres municipais a cada ano, segundo dados atualizados em fevereiro de 2014.

De acordo com o presidente da ACI, Luiz Ribeiro, quanto maior a participação das entidades de Itabuna no projeto que busca a transparência e a qualidade na aplicação dos recursos públicos, mais fortalecido estará o Observatório de Itabuna. “Esperamos contar com o envolvimento de todos – a sociedade civil organizada, os empresários, os estudantes, os professores, a Imprensa, dentre outros –, pois entendemos ser uma excelente oportunidade para contribuirmos pela melhoria da gestão pública em nosso município”, destacou.

Além da ACI, o OSI já conta com a sinalização positiva da Academia de Letras de Itabuna – Alita, Academia Grapiúna de Letras – Agral, Lions Clube de Itabuna Grapiúna, Associação das Pequenas e Micro Empresas de Itabuna – APEMI, Associação das Micro e Pequenas Empresas da Bahia – Ampesba, Sindicato dos Contadores do Sul da Bahia – Sindicontasul, Ordem dos Advogados da Bahia – Seccional de Itabuna, Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), Sindicato do Comércio Varejista de Itabuna – Sindicom, Associação Cultural Amigos do Teatro – Acate, dentre outros.

Os representantes das entidades terão a oportunidade de apresentar a proposta do Observatório aos seus membros, que decidirão o posicionamento em assembleia. A adesão oficial das entidades será apresentada na próxima reunião, dia 21 de julho, quando será criado o Observatório Social de Itabuna.

Por Robério Menezes Cunha, do Jornal Sport News / Rede Brasil de Notícias

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br