Observatório Social de Blumenau capacita voluntários

Participantes puderam conhecer melhor a entidade, os trabalhos desenvolvidos e se capacitar

20 de abril de 2016 18:17

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | |

O Observatório Social de Blumenau (Osblu) realizou no último dia 19 um evento de sensibilização e capacitação de novos voluntários. O objetivo foi o de atrair mais pessoas para auxiliar nos trabalhos da entidade e mostrar a importância da atuação do Osblu no combate à corrupção e no bom uso dos recursos públicos. Cerca de 30 pessoas, de diferentes áreas de formação, participaram do evento.

O presidente do Observatório, Avelino Lombardi Jr., apresentou todas as atividades do Osblu, a metodologia adotada pela entidade e destacou a importância dessa diversidade de formações para a uma fiscalização completa eficaz. “Atualmente, o Observatório está mais focado na segunda fase de fiscalização, que é a análise e acompanhamento das licitações” frisou Lombardi Jr. De acordo com o presidente, hoje cerca de 80% das licitações municipais já passam pelo crivo do Osblu. “Com os novos voluntários, a ideia é ampliar a atuação na primeira e terceira fase de compra ou contratação do município, que são a análise da real necessidade de aquisição do produto ou serviço e a conferência se o produto comprado ou serviço contratado estava de acordo com o licitado”, explicou.

Felipe Bittencourt, empresário e voluntário do Osblu há um ano e meio, orientou os novos voluntários, que foram separados em oito grupos de trabalho nas áreas de: educação, engenharia e arquitetura, alimentação, informática, turismo, saúde, mobilidade urbana e meio ambiente. “Decidi ser voluntário para trazer um pouco da minha experiência de gestão para ser usada em defesa do dinheiro público”, destacou.

O matemático e empresário Maurício de Miranda também participou do evento de capacitação e disse que se interessou em ser voluntário dada a importância de se fiscalizar o poder público. “Faço parte do Rotary e conheci o Osblu em uma das reuniões, desde então me interessei em fazer parte do trabalho da entidade”, esclareceu.

Outra voluntária presente no evento de capacitação foi a dona de casa Alcione Kleine. “Vi o Osblu em uma entrevista na televisão e a importância de tudo que pode ser feito. Como sempre fui interessada por estes temas, decidi me voluntariar. Dona de casa também pode fazer a sua parte”, destacou.

Como ser voluntário

Quem quer ajudar a cidade a controlar e melhorar os gastos públicos, pode se inscrever e ser um voluntário do Osblu. A única exigência da entidade é que não se tenha vínculo partidário.

As atividades realizadas pelos voluntários são desenvolvidas de acordo com a sua disponibilidade de tempo, na área em que mais se interessam, e são coordenadas pela secretaria executiva da instituição. Em nenhum momento o voluntário se expõe perante as autoridades. “O Osblu coordena a distribuição, suporte e trabalho prático entre os núcleos estabelecidos no evento. Se o núcleo constatar um problema, ele relata à coordenação para que esta tome a atitude necessária”, explicou o diretor do Osblu, Jorge Lobe.

Os interessados em serem voluntários podem fazer a inscrição pelo site www.osblu.org.br ou pela secretaria do Observatório. Mais informações pelo telefone (47) 3326-1230 ou no e-mail administrativo@osblu.org.br.

Com informações de Sabrina Santos via Segs

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br