Observatório de Foz do Iguaçu recebe homenagem da Câmara Municipal

A Moção foi proposta pelo Vereador Dilto Vitorassi (PV) em reconhecimento ao trabalho de controle social

18 de setembro de 2015 19:09

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | | |

O Observatório Social de Foz do Iguaçu – PR (OSFI) recebeu durante a sessão, nesta terça-feira, 15 de setembro, uma Moção de Aplauso (03/2015) da Câmara de Vereadores. Homenagem, esta, proposta pelo Vereador Dilto Vitorassi (PV).

Quem preside a entidade atualmente é o Padre Giuliano Inzis, o qual recebeu a placa da homenagem das mãos do proponente, Dilto Vitorassi (PV) e do Presidente da Casa, vereador Fernando Duso (PT).

A Moção foi acompanhada por membros da ACIFI, Sinprefi e alguns trabalhadores do Observatório.

O Vereador Dilto Vitorassi (PV) fez seu pronunciamento na tribuna explicando os motivos que os levaram a homenagear a entidade. “Depois de ver várias matérias publicadas nos jornais da cidade e verificar assiduamente que o Observatório Social faz um levantamento da nossa cidade, penso que é uma homenagem muito pequena perto do que a entidade tem feito. O controle que eles fazem é uma contribuição enorme. Muitas vezes o gestor público orientado pelo OSFI, respeitando inclusive a parte técnica em que se somam economistas e contadores, recua de algumas ações. Isso demonstra que entidades como essa a gente acredita que ainda há possibilidade de termos um controle social de suas próprias ações e é o que se faz necessário para o bom andamento do serviço público”.

O homenageado, Giuliano Inzis, fez seu agradecimento na tribuna, falou da estrutura e função da entidade. “O Observatório se coloca como instrumento técnico aos conselhos e aos cidadãos que querem saber como o dinheiro público dos impostos é aplicado. Os instrumentos que são avaliados são: LDO, PPA e LOA. São fiscalizadas as compras públicas, transferência de recursos, programas de metas fiscais. O Observatório é regido pela Diretoria, Mantenedores (Recursos) e Equipe Técnica (Operacional). Ele Conta com 22 mantenedores em Foz do Iguaçu”. O gestor da entidade esclareceu ainda que quiser fazer parte do Observatório Social de Foz do Iguaçu – OSFI precisa preencher critérios: a pessoa não pode ter vínculo partidário, mas deve participar da vida pública e assinar um termo de voluntariado.

História

O Observatório social existe desde 2009, a partir de reuniões com Associação Comercial de Foz do Iguaçu e entidades, tais como: Coordenação do Conselho da Mulher Empresária; ACIFI; Conselho Regional de Contabilidade – PR; Sescap; Itaipu Binacional; Receita Federal; Iguassu Convention & Visitors Bureau. Em 15 de setembro de 2009 foi realizada uma reunião no Observatório social quando foi aprovado o Estatuto do OSFI e formada a primeira diretoria. O Observatório Social atua no caminho de garantir uma melhor aplicação dos recursos públicos, disseminação da cidadania fiscal e controle social, bem como influência nas políticas públicas. Para isso, é feito o acompanhamento das ações realizadas pela administração pública

Via Câmara Municipal de Foz do Iguaçu
Foto: Ricardo Azevedo – Jornal Novo Tempo

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br