Observadores fiscalizam obras e distribuição de remédios em unidades básicas de saúde

Um dos objetivos da vistoria é descobrir o porquê da falta de medicamentos para a população, já que mais de R$ 17 milhões foram investidos neste ano pela prefeitura

31 de outubro de 2014 18:17

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | |

Observatório de Gestão Pública iniciou uma fiscalização para acompanhar os contratos de fornecimento de remédios e reformas na unidades básicas de saúde (UBSs) de Londrina. O trabalho começou no dia 21 de outubro, com a visita dos postos do Jardim Santiago, zona oeste, e do Jardim Imagawa, zona norte.

A coordenadora administrativa do OGPL, Rosane Fiori, informou que um dos objetivos da vistoria é descobrir o porquê da falta de medicamentos para a população. A Prefeitura Municipal de Londrina fez uma licitação neste ano para a compra dos produtos e investiu mais de R$ 17 milhões.

A equipe do Observatório já visitou a Centrofarma, ponto de recebimento, logística e distribuição de remédios em Londrina e agora vai até as unidades para saber como a comunidade é atendida pelo serviço.

Outro ponto que motiva a fiscalização é a entrega das reformas de diversos postos de saúde, como é o caso das unidades do Santiago e Imagawa. O Observatório está avaliando se as empreiteiras cumpriram o contrato e finalizaram as obras de forma satisfatória.

Via OS Londrina

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br