Observador Social Mirim será implantado nos municípios do Médio Vale

Termo de cooperação assinado entre a AMMVI e o OSB – Brusque tem como objetivo estender o programa de educação fiscal.

29 de abril de 2019 16:16

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | |

Estender o Programa Observador Social Mirim de Educação Fiscal e Cidadania a todos os municípios do Médio Vale do Itajaí é o objetivo do termo de cooperação assinado entre a AMMVI e o Observatório Social do Brasil – Brusque. A assinatura aconteceu na última sexta-feira (26), durante a solenidade de comemoração ao oitavo ano de fundação do Observatório.

Com o termo de cooperação, o programa Observador Social Mirim será implantando nas turmas de 4º e/ou 5º ano do ensino fundamental das escolas públicas municipais. O programa conta ainda com a parceria dos Observatórios Sociais dos demais municípios, entidades empresariais e prefeituras. Com isso, além de Brusque, Botuverá e Guabiruba, que já participam do programa, receberão as atividades do Observador Social Mirim os municípios de Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Doutor Pedrinho, Gaspar, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó.

Conforme o diretor executivo da AMMVI, José Rafael Corrêa, o programa serve de apoio pedagógico e complemento educacional com o objetivo de promover a cidadania, enfatizar a transparência, despertar a responsabilidade social, prevenir e combater a corrupção e reforçar atitudes individuais corretas.

“Queremos disseminar para um maior número de pessoas uma cultura de combate à corrupção”, disse Corrêa. Segundo ele, o programa contém uma cartilha de educação fiscal e cidadania, jogos musicais e brincadeiras para consolidar, de forma divertida, o que foi trabalhado com os alunos.

O prefeito de Guabiruba, Matias Kohler, salientou que o Observador Social Mirim é muito importante por proporcionar educação fiscal e social e contribuir com a formação da cidadania. “O programa tem trazido um resultado fabuloso para Guabiruba, pois percebemos evolução no comportamento das crianças”, comemorou o prefeito.

Para o diretor de Controle dos Municípios do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE/SC), Moisés Hoegenn, o programa é fundamental para se implantar a cultura do controle social na nova geração. “As crianças têm a oportunidade de compreender a contribuição da população para as receitas públicas através dos tributos, como isso é aplicado e como retorna ao cidadão. Uma iniciativa dessa ordem é de extrema importância e merece ser replicada para todo o estado”, destacou o diretor.

O controlador interno da prefeitura de Brusque, Daniel Felício, ressalta que o projeto Observador Social Mirim é muito importante para a mudança de cultura e para criar, nas crianças, uma consciência mais cidadã, participativa e observadora dos gastos públicos. “A importância do projeto está para o futuro, principalmente para a cultura da sociedade”, falou Felício.

“Hoje é um dia feliz por dois motivos: aniversário do OSB -Brusque e a perspectiva de replicar para tantas mais pessoas esse trabalho bacana na educação fiscal. Saímos da nossa comunidade para ir para as comunidades vizinhas. Estamos multiplicando as boas práticas”, finalizou o presidente do Observatório Social do Brasil – Brusque, Pedro Afonso Hoffmann.

Por Michele Prada,
Via Ascom AMMVI.

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br