O Observatório Social do Brasil e a Unicesumar renovam acordo de cooperação

OSB e a Unicesumar possuem um acordo de cooperação e trabalho conjunto em um projeto de extensão para o curso de Serviço Social no sistema EAD da universidade. Representantes da instituição vieram assistir à apresentação do relatório das atividades de 2017 e renovar o contrato.  

Publicado para | Boas práticas | Cidadania Fiscal | Controle Social | Destaque | Educação Fiscal | Fiscalização | Gestão Pública | Monitoramento | Participação social | Produção OSB | Transparência | Utilidade Pública em 16 de abril de 2018 13:34

No dia 10 de abril, aconteceu na sede do Observatório Social do Brasil uma reunião com a presença do Prof. Claudio Ferdinandi, Diretor Presidente da mantenedora da Unicesumar, da Sra. Maria Cristina Cunha, coordenadora geral do curso de Serviço Social no modo EAD, e da professora do curso Maria Cristina Gabriel. Eles vieram assistir à apresentação do relatório das atividades de 2017, que foi apresentado pela coordenadora de projetos do Observatório Social de Curitiba,

O Observatório Social do Brasil e a Unicesumar possuem um acordo de cooperação e trabalho conjunto em um projeto de extensão, assinado em outubro de 2016, para o curso de Serviço Social no sistema EAD da universidade. Esse projeto abrange Curitiba, Região Metropolitana, Ponta Grossa e Guarapuava no mapeamento dos conselhos municipais de políticas públicas, tendo como propósito promover a melhoria na capacitação e no desempenho dos conselheiros, especialmente aqueles que votam recursos, como os conselhos da Saúde, da Educação, da Alimentação Escolar, da Assistência Social e da Criança e Adolescente.

Na prática, o projeto se divide em 3 fases e se encontra na finalização da primeira etapa, que contou com a participação de 10 alunas extensionistas. O trabalho já realizado permitiu a coleta de dados nos portais de transparência e sites da prefeitura, a partir de ferramentas criadas no próprio OSB, que as ajudaram a alimentar planilhas e formulários, gerando um mapa do funcionamento dos referidos conselhos municipais.

As alunas que estão encerrando sua participação na primeira fase do projeto estão fazendo a devolutiva para os conselhos, participando das reuniões, mostrando as informações que elas coletaram e apresentando as oportunidades de melhorias em transparência e divulgação de dados. Para a diretora executiva do OSB, Roni Enara, a importância desse projeto está na contribuição ao cumprimento dos aspectos legais e técnicos dos conselhos, tendo já trabalhado em conjunto e recebido elogios do Tribunal de Contas da União (TCU). Também já mobilizou o Tribunal de Contas do PR e a Controladoria-Geral da União do Paraná (CGU/PR) para a extrema necessidade e urgência de capacitação dos conselheiros dos conselhos municipais de políticas públicas, uma das questões prementes identificadas nesse monitoramento.

Segundo Viviane, enquanto resultado, nesse primeiro ano foi possível observar que um problema comum e preocupante é a falta de autonomia dos conselhos para fornecer uma informação que deveria ser pública, descumprindo a legislação e dificultando o acesso à informação para a população. Outro problema está na falta de documentação de alguns conselhos e até no calendário fictício de reuniões, pois algumas nem chegam a acontecer.

Após a explanação foi assinado a renovação do acordo de cooperação, agora por tempo indeterminado. Para Maria Cristina Cunha, coordenadora do curso de Serviço Social no modo EAD, o encontro foi muito produtivo e satisfatório, principalmente ao celebrar a renovação do contrato com o OSB. “Pudemos avaliar através dos resultados apresentados o quanto que o projeto de extensão tem contribuído para uma formação de qualidade para nossos alunos e, principalmente, os desperta para o senso crítico e para o sentimento de cidadania e de pertencimento”. Para ela o projeto é um grande laboratório de aprendizagem e enriquecimento sobre todos os aspectos da vida profissional e pessoal. “Todo esse trabalho que vem sendo desenvolvido tem dado sustentação para o nosso projeto político pedagógico de curso e nós conseguimos fazer o tripé do ensino, da pesquisa e da extensão universitária”, disse.

A segunda fase do projeto começará em maio deste ano e contará com outros alunos extensionistas. A turma fará a análise dos dados levantados na primeira fase do projeto, verão quais são as maiores dificuldades encontradas em relação ao cumprimento das atribuições destes conselhos e então será feita uma intervenção: desde a promoção da capacitação pelos órgãos de controle, até reunião com os presidentes dos conselhos para traçar um plano de ação para melhoria da sua atuação. A última fase tem previsão para acontecer ano que vem e contará com novos alunos do projeto, que irão catalogar todos os dados, produzir artigos, livros, documentários e divulgar o projeto para que ele seja realizado em outras cidades, principalmente naquelas que possuem Observatório Social.

Segundo o Diretor Presidente da Unicesumar, Prof. Claudio Ferdinandi, é um prazer renovar o contrato com o Observatório Social do Brasil. “O OSB tem como objetivo fundamental fazer com que as coisas aconteçam nos municípios e que a administração pública se conduza de forma regular e honesta e que realmente os objetivos propostos pelas administrações sejam alcançados”, explica. Para ele essa renovação por tempo indeterminado traz tranquilidade para a universidade, pois não tendo vencimento já programado o aluno pode trabalhar tranquilamente, enriquecendo seus currículos por tudo aquilo que podem obter junto a essas realidades, sem o risco de ver de uma hora para a outra o contrato vencido. “Nós temos aqui estudantes da Unicesumar estagiando junto aos conselhos que,  no Brasil, de modo geral, ainda são muito incipientes. Ainda não há uma compreensão total das pessoas que compõem os conselhos, muitos não entendem a real tarefa para o qual são incumbidos e ignoram normas. Mas com paciência e transferência de conhecimento vamos vencer essas barreiras”, conclui.

Por Gabrielle Russi
Comunicação – OSB

 

Mantenedores

Patrocinadores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.