Google lança projeto para auxiliar organizações sem fins lucrativos

Um dos principais benefícios é o oferecimento de U$10.000 mensais para uso no AdWords

11 de março de 2015 21:55

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | | | |

O Google quer ajudar ONGs brasileiras, padronizando as ferramentas de comunicação e diminuindo gastos das entidades através do projeto, chamado no Brasil de  “Google para Organizações sem Fins Lucrativos”. Lançado na última terça-feira (10) o programa dá acesso gratuito às ferramentas para as ONGs diminuírem seus custos com TI e operar de forma mais eficiente. A lista de aplicativos inclui Gmail, Google Docs, Hangouts e Drive, e extensões de negócios (serviços pagos) da companhia, como YouTube Premium e Gmail com domínio da organização. Além disso, a empresa oferecerá U$10.000 mensais para uso no AdWords. O programa não tem limite de inscritos e beneficiados, mas é necessário comprovar a elegibilidade e o registro da entidade a ser beneficiada.

O projeto teve início em 2011 nos Estados Unidos e é o 14˚ programa para organizações sem fins lucrativos lançado fora dos Estados Unidos. No Brasil ele é feito em parceria com a TechSoup Brasil, um portal de tecnologia para ONGs.

Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, afirma que a empresa se preocupa em ajudar a sociedade. “A democratização do acesso fará da nossa sociedade melhor, seremos mais caridosos, mobilizados e articulados. Melhor em todos os sentidos”, disse. Segundo ele, a tecnologia do Google ajudará na melhoria das operações destas organizações, fazendo elas alcançarem mais doadores e voluntários, além de melhor difundir seus ideais, cortando custos e causando um impacto maior na sociedade.

As ferramentas oferecidas pela iniciativa já são comuns para empresas, mas não são gratuitas. O Google oferecerá os mesmo serviços, incluindo o suporte 24h por dia, sete dias por semana que fornece às empresas sem nenhum valor adicional para as organizações. Elas terão acesso ao YouTube Premium, que permite, por exemplo, que um Google Livestream, serviço para vídeos ao vivo, seja feito — uma organização poderia fazer um chat em vídeo ao vivo para divulgar os valores da empresa ou explicar como alguém pode se tornar um voluntário, por exemplo. E isso sem nenhum custo adicional.

Além do Livestream, as organizações também terão acesso ao Gmail com o domínio da empresa (sem limite de usuários), mais espaço para o Google Drive, entre outros.

Entretanto, o mais interessante destes serviços são os U$10.000 dólares que a empresa disponibilizará no AdWords para as organizações. Desta forma, elas poderão alcançar mais voluntários e doações — e as que obtiverem bons resultados serão premiadas com mais U$30.000 mensais, somando U$40.000 dólares por mês para divulgar a entidade.

A Worldfund, organização sem fins lucrativos que auxilia no ensino da língua inglesa e de aplicação de outras disciplinas de forma não convencional em escolas da América Latina , foi a escolhida para exemplificar como as ferramentas do Google podem melhorar o dia a dia da entidade.

Kelly Maurice, diretora da filial brasileira, afirma que os projetos se tornaram muito mais integrados graças às ferramentas e custos com ligações internacionais foram eliminados a partir do momento que o Hangouts se tornou padrão. “Foi muito inovador, poupou muito dinheiro e aumentou a produtividade”, conta. Ela explica que o Hangouts, serviço de mensagens instantâneas do Google, auxiliou no corte de gastos. Ao padronizar o uso dele em todas as filiais do mundo, a entidade eliminou o custo com ligações internacionais.

Paulo Rogério Nunes, representante do Instituto Mídia Étnica, organização cujo objetivo é divulgar notícias relacionadas à cultura afro na mídia, veio diretamente de Salvador para conhecer a iniciativa e acredita que ela pode servir de exemplo para outras empresas. “No exterior é comum este tipo de projeto no qual grandes empresas não buscam lucro, mas o retorno social”, diz. “No Brasil este tipo de coisa ainda engatinha, então, eu espero que esta iniciativa do Google abra portas para outras empresas seguirem os mesmos passos”.

Confira abaixo quais os tipos de organizações sem fins lucrativos que podem se candidatar ao programa do Google:

  • Associações e fundações privadas com uma ou mais das seguintes designações especiais:
  • Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP);
  • Entidades de Utilidade Pública Federal (UPF);
  • Organizações Sociais (OS);
  • Entidade Beneficente de Assistência Social detentora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS);
  • Associações sem fins lucrativos para benefício público.

Regulamento

De acordo com o Google, as organizações elegíveis devem comprovar que estão registradas legalmente como organizações sem fins lucrativos ou instituições de caridade por meio de CNPJ válido e estatuto social registrado. Também é necessário estar cadastrado com a entidade independente TechSoup Brasil, a subsidiária brasileira da TechSoup Global, para depois se cadastrar no Google para Organizações sem Fins Lucrativos. Não há limite para inscritos e nem hora para o programa acabar.

Veja abaixo quais os tipos de organizações que não podem se candidatar no programa do Google:

  • Instituição ou entidade governamental;
  • Hospital ou organização de assistência médica;
  • Bibliotecas privadas;
  • Instituições que fazem recondicionamento de computadores;
  • Escolas, creches, instituição acadêmica ou universidade (braços filantrópicos de organizações de educação são elegíveis).

Com informações Gizmodo Brasil, IDGNow

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br