Entidades vão reativar OS em Francisco Beltrão – PR

O presidente do OS, Roberto Pécoits, afirma que a entidade funcionou entre 2011 e 2012 e depois não teve continuidade pela falta de recursos

17 de março de 2015 11:14

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | |

O Observatório Social, fundado em 2011, será reativado com o apoio de uma série de instituições em Francisco Beltrão – PR. No próximo dia 27 de março será realizada uma assembleia para troca da atual diretoria. Ontem pela manhã, como parte da programação da Expofeira Mulher, foi realizada uma palestra sobre Ética, Cidadania e Combate à Corrupção, no auditório do Centro de Eventos, com a participação de Sergio Sottomaior e Ivo Araújo, da ONG Cidadão Alerta, e Roni Enara e Ney Nobrega Ribas, do Observatório Social Brasil (OSB), realizada pelo Sistema Fiep e Conselho do Jovem Empresário da Acefb.

Conforme reforça o material distribuído no evento, o Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

“Cada Observatório Social é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social”, mostra o folder. Na prática, o Observatório Social é uma ferramenta para fiscalizar as compras públicas em todas as esferas de governo.

O coordenador regional da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e presidente do Observatório Social de Francisco Beltrão, Roberto Pécoits, afirma que a entidade funcionou entre 2011 e 2012 e depois não teve continuidade pela falta de recursos. Segundo ele, não houve um suporte financeiro para manter uma equipe que pudesse acompanhar editais, tomada de preços, entrega de produtos e serviços, etc. “Ele [Observatório] parou, mas não dissolveu. Agora, com um grupo mais jovem, com três ou quatro funcionários, terá um suporte financeiro de entidades que têm credibilidade para acompanhar a entidade.”

De acordo com Pécoits, o Observatório é uma das ferramentas mais eficientes da sociedade para monitorar os gastos públicos. “O governo gasta mal, em todos os níveis, e o propósito básico é regular os gastos de todos os municípios, assim vamos controlar os gastos do Brasil.” Quando o Observatório identifica alguma irregularidade nas compras públicas, comunica o prefeito e o Ministério Público.

O presidente da Acefb, Marcos Guerra, enalteceu a iniciativa do Conselho do Jovem Empresário em reativar o Observatório Social. Muitas lideranças poderão se aplicar para construir uma ação que traga resultados práticos. “Nunca vi uma ferramenta tão apropriada para controle dos gastos públicos.”

Via Jornal de Beltrão

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br