Curso em Campo Largo capacita conselheiros municipais

Esta é a primeira capacitação a conselheiros municipais que reuniu representantes de todos os Conselhos Municipais existentes em Campo Largo.

01 de agosto de 2014 19:41

Veja outras publicações das mesmas tags: | | |

Cerca de 100 conselheiros municipais, incluindo representantes de ONGs, participaram na quarta-feira, 30, do Curso de Capacitação para Conselheiros Municipais, promovido pelo Observatório Social de Campo Largo, com o apoio da Prefeitura de Campo Largo.

A capacitação contou com palestras ministradas por Lázaro Ribeiro, professor de Valores Humanos na Faculdade Espírita do Paraná, Luciano Guilherme Turin, da Controladoria Geral da União, Romenos Jorge Simão, representante da Ouvidoria Geral da União no Paraná, Márcio José Assumpção, do Tribunal de Contas do Paraná, Luiz Gustavo Andriolli, secretário de Controle Externo do TCU, promotora Dra. Ana Karina Abrão Gama Monteiro, do Ministério Público, e Roni Enara, diretora executiva do Observatório Social do Brasil.

Esta é a primeira capacitação a conselheiros municipais que reuniu representantes de todos os Conselhos Municipais existentes em Campo Largo. “Com esta iniciativa o Observatório Social de Campo Largo procurou  melhorar significativamente a qualidade dos conselhos municipais, tendo em vista que foi somente o início de um trabalho que será realizado, agora sequencialmente com cada Conselho atendendo  suas especificidades”, esclarece Simone Vaz da Silva, coordenadora executiva do Observatório Social de Campo Largo.

Durante o encontro, os participantes conheceram os Indicadores da Gestão Pública (IGPs) utilizados pela rede de Observatórios. De acordo com a diretora executiva do Observatório Social do Brasil (OSB), Roni Enara, a ferramenta está à disposição dos conselheiros e gestores públicos, já que serve como uma fonte de dados para análise comparativa da execução orçamentária do município. “Quanto o município arrecada, quanto investe em cada secretaria e quais os resultados nos indicadores socio-econômicos”, explica Roni.

Na opinião dela, com o uso do IGPs os conselhos municipais terão “uma leitura mais apurada do município, em cada área de atuação, podendo ainda comparar com outras cidades do mesmo porte”. “No caso da Educação, por exemplo, quais os resultados alcançados com os investimentos da prefeitura, per capita, o que melhorou dos índices de evasão escolar, de repetência, do IDEB”, destaca ela, completando que com posse das informações os conselheiros podem propor políticas públicas para melhorar a qualidade do investimento feito pela prefeitura e proporcionar, consequentemente, melhorias dos serviços prestados à população.

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br