Contribuição do OS aponta economia de R$ 14 milhões em 2013

Se analisada desde o início das atividades do observatório, em agosto de 2010, a economia ultrapassa os R$ 21 milhões

02 de fevereiro de 2014 16:01

Veja outras publicações das mesmas tags: | | |

Uma economia de R$ 14 milhões. Esse é o saldo positivo com o acompanhamento realizado pelo Observatório Social de Sorriso – MT (OSS) nas licitações realizadas pela Prefeitura Municipal. De acordo com o presidente do OSS, Eri Borges Regitano, desde o início das atividades do Observatório, em agosto de 2010, a economia total gerada chega a R$ 21.465.412,45 com aumento no número de empresas participantes de 2,7 em média para 4,3 atualmente. No total, o OSS acompanhou a  execução de 69 editais.

O relatório apresentado na reunião do último dia 30 aponta que, especificamente de agosto a dezembro de 2010, a economia obtida foi de R$ 952.786,50; no ano de 2011 aumentou para R$ 2.262.507,95; 2012 contabilizou R$ 3.652.329,00 e 2013 R$ 14.597.789,00, fechando os R$ 21.465.412,45. Eri pontuou que hoje, quando um edital é lançado pelo setor de licitação da Prefeitura Municipal, 900 empresas recebem o comunicado que é automaticamente disparado pela secretária executiva do Observatório. Outra opção, lembrou o presidente, para os empresários é acompanhar os processos licitatórios diretamente no site da Prefeitura no www.sorriso.mt.gov.br no link publicações.

Para o prefeito em exercício, Ederson Dal Molin, o trabalho desenvolvido pelo Observatório Social é louvável, pois aumenta a fiscalização e a participação popular na administração. Para Éderson, essa é uma maneira de ampliar a participação das empresas em certames públicos.

Em dezembro do ano passado, o Observatório Social de Sorriso recebeu uma homenagem da Controladoria Geral da União, em Cuiabá, pelas relevantes iniciativas que contribuíram para efetivar o disposto na convenção da ONU (organização das Nações Unidas), contra a corrupção. Mesma homenagem prestada a Maurício de Souza pela contribuição prestada no combate à exploração infantil.

Atualmente o OSS conta com o apoio de 20 empresas mantenedoras, trabalho de voluntários e várias entidades e instituições apoiadoras. No Estado, Sorriso foi o primeiro município a instalar o Observatório. No momento, Rondonópolis e Cáceres estão em fase de implantação e Cuiabá também criou um órgão fiscalizador. No encontro da última quinta-feira (30), visitantes de Sinop estiveram presentes para entender a metodologia de trabalho e implantar um observatório na cidade vizinha.

Confira também a reportagem do SBT Urgente exibida em 31 de janeiro

Fonte: Assessoria
Via MT Política

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br