Contratos de coleta de lixo são porta aberta para desvios

Suspeitas e denúncias correm pelo país

22 de julho de 2014 18:47

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | |

A crescente demanda por serviços relacionados à coleta e à destinação adequada do lixo urbano, especialmente nos grandes municípios, vem escancarando os cofres de União, Estados e municípios para uma modalidade cada vez mais comum e nociva de fraudes e irregularidades em contratos públicos.

Em entrevista ao Jornal O Tempo, de Belo Horizonte, promotores e especialistas já adiantavam que a ocorrência de casos do gênero tendem a aumentar com o passar dos anos. “É um serviço que favorece a fraude. Infelizmente, esse é um modus operandi que tem crescido bastante e que preocupa, por, normalmente, se tratar de contratos muito altos, na ordem dos milhões”, “, alerta o coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Defesa do Patrimônio Público (Caopp), Leonardo Barbabela.

De acordo com Barbabela, uma das irregularidades mais comuns está relacionada à mensuração dos serviços executados. “Alguns contratos preveem, por exemplo, a medição por tempo de varrição e, não, pelo volume coletado, induzindo ao erro e à fraude. São resultados de fácil adulteração”, enfatiza o coordenador do Caopp.

Para o especialista em licitações e direito administrativo Edimur Faria, da PUC Minas, outro problema é a dificuldade em se estipular preços e garantir o princípio da concorrência. “Não há muita base para se determinar um valor. E são poucas empresas no mercado”. Ele diz que, em alguns casos, os gestores “se omitem” com o objetivo de provocar a dispensa de licitação. “A urgência do serviço é criada, de forma indevida”, conta. (Com informações do Jornal O Tempo).

Confira abaixo relação de notícias publicadas pelo país

Gaeco investiga fraude em licitação de coleta de lixo no Rincão

Natal: Empresa escolhida por Carlos Eduardo é investigada em esquema de corrupção

Empresa de coleta de lixo suspeita de fraude ganha licitação em Itaguaí

MP vê quadrilha e fraude de R$18 milhões à COMURG

Líder da oposição em João Pessoa, denuncia esquema de fraude em licitações do lixo

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br