Conferência elege novos membros do Conselho de Transparência e Controle Social de Londrina

Observatório de Gestão Pública de Londrina está entre as seis entidades escolhidas para as cadeiras da sociedade civil organizada

08 de junho de 2015 14:40

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | | | | | | | | | |

Foi realizada no sábado (6) a II Conferência Municipal de Transparência e Controle Social, na Câmara de Londrina. Durante o evento foram eleitos os novos membros do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social e votadas as propostas de políticas públicas do setor.

A conferência contou com a participação do subprocurador-geral para Assuntos de Planejamento Institucional do Ministério Público, Bruno Sérgio Galatti. Ele ministrou uma palestra sobre a importância da população e dos conselhos para a fiscalização do poder público. Ainda contou como funciona a Rede de Controle da Gestão Pública do Paraná, da qual é o coordenador.

Na eleição da nova composição do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social, seis entidades foram escolhidas para as cadeiras da sociedade civil organizada: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Londrina (SindServ), Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná (Sindijor), Observatório de Gestão Pública de Londrina (OGPL), Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol), Sindicato dos Técnicos em Meio Ambiente (Sinditema) e Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval).

Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Receita Federal ocupam as duas cadeiras destinadas a órgãos públicos das esferas estadual e federal com unidades em Londrina. Para as cadeiras de pessoa física, o advogado Alvino Aparecido Filho e o médico Eduardo Cristofoli Silva são os membros efetivos, tendo como suplentes Juliana Moreno e Claudio Lupi.

Três conselhos municipais já foram eleitos: Idoso, Meio Ambiente e Direitos da Criança e do Adolescente. O Conselho Municipal de Transparência e Controle Social ainda encaminhará ofício aos demais conselhos, pois restam três vagas abertas a eles. Para finalizar a nova composição, são aguardadas as indicações da Câmara Municipal de Londrina e da Prefeitura Municipal de Londrina.

O prefeito Alexandre Kireeff vai receber o nome dos novos membros e tem até 30 dias para dar posse a eles, através de decreto no Jornal Oficial do Município.

O atual presidente do Conselho Municipal de Transparência e do Observatório da Gestão Pública de Londrina, Fábio Cavazotti, acredita que o saldo da segunda conferência foi extremamente positivo.

“Saíram propostas de grande qualidade, refletindo a maturidade do trabalho desses últimos anos. Também tivemos a escolha de entidades muito representativas da sociedade local para compor o conselho”, destacou.

As propostas aprovadas durante a II Conferência Municipal de Transparência e Controle Social serão publicadas no site do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social, no link http://goo.gl/cyD22S.

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br