Câmara de Palmas eleva gastos em 20% em 2013

Observatório Social divulgou relatório com os gastos de 2013 em relação a igual período do ano passado. O aumento de 09 para 13 vereadores é apontado como uma das causas.

29 de agosto de 2013 16:36

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | |

Em matéria publicada no dia 31 de julho de 2013, nos meios de comunicação de Palmas, o presidente da Câmara de Vereadores de Palmas destacou o esforço de sua gestão para a racionalidade na aplicação dos recursos públicos, o que é visto como positivo já que esta é uma das bandeiras do Observatório Social do Brasil. Segundo o presidente, esta ação permitiu que fosse gasto nos seis primeiros meses do ano, 0,75% dos 6% previstos em lei. Explicou ainda  ainda que os recursos oriundos desta economia serão devolvidos à prefeitura que definirá onde será aplicado este dinheiro.

Após a circulação desta matéria e de posse de algumas informações coletadas no portal da transparência, o Observatório Social de Palmas comparou os gastos dos seis primeiros meses do ano de 2012 com o mesmo período de 2013. O relatório apontou que em todas as comparações foram registrados aumento nos gastos  em relação a igual período de 2012. Baseado nestas informações conclui-se na verdade que a Câmara gastou mais de 20% em relação aos seis primeiros meses do ano passado e este aumento se deve principalmente pelo aumento do número de Vereadores.

Mês de referência 2012 2013
Janeiro R$       91.328,74 R$                  125.035,21
Fevereiro R$     116.998,08 R$                  135.148,17
Março R$     136.113,75 R$                  122.611,55
Abril R$       99.742,74 R$                  123.295,00
Maio R$     115.562,41 R$                  159.133,93
Junho R$     111.962,83 R$                  151.315,68
Total R$    671.708,55 R$                  816.539,54

*Houve um aumento de R$ 144.830,99 em relação ao primeiro semestre de 2012.

 COMPARATIVO DA FOLHA DE PAGAMENTO DA CÂMARA DE VEREADORES 2012/2013

Mês de referência 2012 2013
Janeiro R$         36.238,56 R$            60.363,05
Fevereiro R$         36.238,56 R$            60.363,05
Março R$         36.238,56 R$            60.363,05
Abril R$         36.238,56 R$            60.363,05
Maio R$         36.238,56 R$            60.363,05
Junho R$         38.412,85 R$            60.363,05
Total R$       209.605,65 R$          362.178,30

*Houve um aumento de R$ 152.572,65 em relação ao primeiro semestre de 2012.

 FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES NÃO EFETIVOS – 2012/2013

Mês de referência 2012 2013
Janeiro R$            19.436,63 R$            27.771,75
Fevereiro R$            19.588,36 R$            29.579,40
Março R$            22.330,70 R$            30.022,82
Abril R$            26.031,16 R$            29.047,85
Maio R$            24.244,76 R$            38.922,28
Junho R$            25.199,18 R$            34.491,76
Total R$          136.830,79 R$          189.835,86

*Houve um aumento de R$ 53.005,07 em relação ao primeiro semestre de 2012.

Um ponto que tem contribuído para o aumento dos custos é a ampliação do número de Vereadores. Em 2012 a Câmara era composta por 09 (nove) membros e em 2013 são 13 (treze). Lembramos que quando da votação deste aumento o Observatório Social já alertava que este aumento teria impacto financeiro nos recursos públicos. Fonte: Portal da Transparência

A aplicação responsável dos recursos Públicos é uma obrigação dos nossos representantes, sejam eles Vereadores, Prefeito e Vice ou até mesmo Funcionários Públicos. Para se ter uma idéia, uma UTI móvel custa cerca de 180 mil reais, pouco mais do aumento do custo da Câmara nestes 6 primeiros meses. Fontes:

http://jornalmeuparana.com.br/site/?p=58531

http://www.hospitalinfantil.saude.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=644&tit=HI-recebe-UTI-Movel-para-reforcar-o-atendimento

O Observatório Social vem analisando caso a caso gastos feitos pela Câmara de Vereadores e pela Prefeitura e divulgando à população, sem tendências políticas ou favorecimentos, nosso Conselho procura atender os interesses da População. Seja você também um voluntário, participe, colabore, contribua!

Palmas sem corrupção!

Via Observatório Social de Palmas

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br