Ato Cívico que lançou o primeiro Observatório Social Estadual em Santa Catarina foi um sucesso

A cerimônia de inauguração aconteceu no dia 1º de outubro, segunda-feira, na sede da OAB/SC, em Florianópolis. Representantes de muitas entidades do estado marcaram presença.

03 de outubro de 2018 12:34

Veja outras publicações das mesmas tags: | | |

Santa Catarina saiu na frente e foi o primeiro estado do Brasil a receber um Observatório Social Estadual. Em um ato cívico marcante, realizado na última segunda-feira, dia 1º de outubro de 2018, na sede da OAB/SC, em Florianópolis, foi formalizada oficialmente a instalação do Escritório do OSB em Santa Catarina, que terá como incumbência articular todas as providências necessárias para condução do processo de constituição do OSB-SC.

A mesa de cerimônias foi composta pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – SC, Dr. Paulo Brincas; pelo Presidente Voluntário do Sistema Observatório Social do Brasil, Sr. Ney da Nóbrega Ribas; pelo representante do COFEM – Conselho das Federações Empresariais de SC, Sr. Mário Cezar de Aguiar, presidente da FIESC; pelo Dr. Christian Barth, Delegado da Polícia Federal em SC e representante da Rede de Controle da Gestão Pública, composta por diversos órgãos que exercem o controle oficial; pelo professor Paulo Ivo Koehntopp, representante da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (ACAFE), e pelo jornalista Ademir Arnon, Presidente da Associação Catarinense de Imprensa (ACI).

O Dr. Paulo Brincas afirmou em sua fala que foi uma honra receber um evento tão importante na sede da OAB-SC. “Nós estamos em um momento em que velhas respostas não satisfazem mais, porém não há respostas novas. Mas o que fazer? É difícil dizer, mas eu arriscaria um palpite: o futuro é a participação da sociedade na atividade pública. O que está sendo feito hoje me parece histórico porque representa o futuro da política. Não me refiro à política partidária, mas sim à política no sentido da cidadania”, declarou.

Segundo o Presidente do OSB, Ney Ribas, este foi um momento histórico. “Tivemos a demonstração da consciência coletiva das lideranças catarinenses, mediante a qual é possível sim, construirmos um Pacto por Santa Catarina e um Pacto pelo Brasil, agregando cidadania, integridade, gestão, educação e trabalho. Esse espírito de cooperação mostra que os cidadãos catarinenses estão prontos para cuidar do seu Estado, assim como os Observadores que estão cuidando dos 29 municípios onde o Sistema OSB está presente”, comemora.

Os Observatórios Sociais municipais já têm o propósito de contribuir para a eficiência da gestão pública, para a transparência e a correta aplicação dos recursos públicos, totalmente isentos de interesses político-partidários ou de promoção pessoal. E os excelentes resultados para a economia aos cofres municipais e para melhoria nos procedimentos de gestão do executivo e do legislativo, conquistados pelo trabalho dos mais de 400 voluntários, observadores catarinenses, credenciam o Estado para a constituição do primeiro OSB Estadual.

Para o Dr. Christian Barth, a criação do OSB-SC é uma iniciativa muito importante, porque os órgãos de controle do Estado dependem da contribuição dos cidadãos. “O Observatório Social Estadual irá reunir as pessoas que tem interesse em trabalhar pelo seu estado, pois ali elas poderão fazer algo concreto e trabalhar em prol do nosso país. Sair na vanguarda na criação de uma entidade tão importante é muito animador para nosso estado, pois isso é o resultado do trabalho de várias pessoas abnegadas que se dedicam ao controle social”, afirma.

O presidente da ACI, Ademir Arnon, reconheceu como excelente o trabalho que os Observatórios Sociais vêm realizando nos municípios e parabenizou o OSB pela coragem na criação do primeiro Observatório Social Estadual, afirmando também que isso coloca Santa Catarina na vanguarda mais uma vez.

A nova unidade é integrada por representantes dos Observatórios Sociais de Florianópolis, Criciúma, Blumenau, Brusque, Itajaí, Imbituba, Rio do Sul, Lages e Chapecó e irá representar todos os Observatórios Sociais instalados em municípios catarinenses (http://osbrasil.org.br/observatorios-pelo-brasil/santa-catarina-sc/). O Observatório Social Estadual terá como incumbência articular o Sistema OSB no estado e atuar diretamente no controle social da aplicação dos recursos públicos pelos agentes dos poderes executivo e legislativo catarinenses.

O projeto de constituição do OSB-SC já conta com mais de 40 entidades apoiadoras. A organização está aberta para contribuições de cidadãos e instituições que desejarem participar de maneira construtiva. O professor Koehntopp, durante sua fala na cerimônia, disse ser um admirador do trabalho dos observatórios sociais e colocou as 54 unidades de ensino superior, ligadas a ACAFE, à disposição para realizar projetos de extensão e outras ações em parceria com o Sistema OSB em SC.

Segundo Mário Cezar de Aguiar, os dias atuais exigem que a sociedade organizada participe cada vez mais do controle dos investimentos públicos. “O COFEM entende que com a elevada carga tributária que nos é imposta no setor produtivo, nós precisamos ter um efetivo controle dos investimentos que são necessários para promover o desenvolvimento do estado. E é por isso que essa parceria com o Observatório Social é tão importante”, disse.

Garantindo o sucesso do 1º OSB Estadual, em Santa Catarina já existem acordos de cooperação assinados com o Ministério Público, OAB, CRC, TCE, UFSC e Grande Oriente do Brasil-SC, além da adesão formal das principais entidades representativas do meio empresarial e acadêmico. Durante a cerimônia outros termos de adesão e cooperação foram assinados, com as Potências Maçônicas Grande Oriente de Santa Catarina e Grandes Lojas e com a Federação das Indústrias do Estado.

O presidente da FIESC, Mario Aguiar também trouxe a notícia de que as demais federações empresariais, integrantes do COFEM, deliberaram em reunião nesta mesma data que todas serão signatárias do apoio ao OSB-SC. “A notícia é alvissareira e esse momento marca o início de um novo tempo para todos os Observatórios Sociais do Brasil. Santa Catarina é pioneira, vamos avante”, conclui Ney Ribas.

Marcaram presença no evento as seguintes entidades:

  • ACAFE – Associação Catarinense das Fundações Educacionais
  • ACATS – Associação Catarinense de Supermercados
  • ACI – Associação Catarinense de Imprensa
  • ACIF – Associação Comercial e Industrial de Florianópolis
  • ACORS – Associação de Oficiais da PM e Corpo de Bombeiros Militar
  • ADAC – Associação de Distribuidores e Atacadistas Catarinenses
  • ADVB/SC – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing
  • CAU/SC – Conselho de Arquitetura e Urbanismo
  • CBM/SC – Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina
  • CGU/SC – Controladoria-Geral da União no Estado de Santa Catarina
  • CRA/SC – Conselho Regional de Administração de Santa Catarina
  • CRC/SC -Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina
  • CREA/SC – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia
  • Escoteiros do Brasil – Santa Catarina
  • Excelência SC – Movimento Catarinense pela Excelência
  • FACISC – Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina
  • FAESC – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC
  • FCDL/SC – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC
  • FECAM – Federação Catarinense de Municípios
  • FECOMÉRIO/SC – Federação do Comércio de Santa Catarina
  • FETRANCESC – Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina
  • FIESC – Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
  • GOB/SC – Grande Oriente do Brasil – Santa Catarina
  • GOSC – Grande Oriente de Santa Cataria
  • Grande Loja de Santa Catarina
  • Lions Clube – Distrito LD-9
  • MP/SC – Ministério Público de SC
  • OAB/SC – Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina
  • OCESC – Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina
  • Rede de Controle da Gestão Pública em SC
  • SEBRAE/SC – Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas
  • SESCON/SC – Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado
  • UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina
  • Controladoria Geral do Município de Itajaí, representando a Prefeitura Municipal.

Observatórios Sociais Municipais que contaram com representantes no evento:

  • Balneário Camboriú
  • Blumenau
  • Caçador
  • Chapecó
  • Criciúma
  • Florianópolis
  • Imbituba
  • Indaial
  • Itajaí
  • Joinville
  • Lages
  • Palhoça
  • Pinhalzinho
  • Rio do Sul
  • Tubarão

 

Mais fotos aqui.

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br