Alunos são premiados em concurso de redação sobre educação fiscal

Esta é a quarta edição do Concurso de Redações sobre Educação Fiscal

19 de dezembro de 2013 19:51

Veja outras publicações das mesmas tags: | | | |

Foi realizada, no dia 11 deste mês, a premiação do Concurso de Redação sobre Educação Fiscal, promovido pelo Observatório Social de Toledo, em parceria com a Associação Comercial e Industrial (ACIT) e Núcleo Regional de Educação (NRE). O concurso se destina a alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio, de Escolas Públicas e Particulares, que deveriam produzir trabalhos nas categorias História em Quadrinhos, Carta de Reclamação e Artigo de Opinião. Os estudantes foram premiados com um tablet e os professores com um notebook.

Na categoria História em quadrinhos, a vencedora foi a aluna Natália Fernanda Martinês, da Escola Estadual do Campo Bom Princípio, orientada pela Professora Angela Maria Ludwig. O vencedor da categoria Carta de Reclamação foi o aluno Gabriel Ferreira Gonçalves, do Colégio Estadual Esperança Favaretto Covatti e o vencedor da categoria Artigo de Opinião foi o estudante Jonatan Carlos Souer, do Colégio Estadual Luiz Augusto Morais Rego, ambos orientados pela professora Dulcinéia Costa Rosa.

Para a professora a participação dos alunos no concurso é um laboratório, uma maneira de exercitarem o que aprendem na teoria, em sala de aula. “É uma maneira de mostrar o que está sendo discutido na escola e divulgar a reflexão dos alunos sobre o assunto”, afirma. O tema do Concurso foi “Recursos públicos, de onde vêm e para onde vão?”.

O estudante Jonatan Carlos Souer escreveu um artigo sobre o assunto e comenta que o tema é difícil de ser abordado. “É um tema bastante complexo, que engloba toda a sociedade. Com auxílio dos professores, procurei buscar as áreas em que necessitamos de um retorno mais efetivo, além de expor alguns problemas que temos, relacionados ao uso dos recursos públicos”.

Esta é a quarta edição do Concurso de Redações sobre Educação Fiscal, e para o presidente do Observatório Social de Toledo, Weimar Freire da Rocha Junior, a avaliação é positiva. “A qualidade dos trabalhos tem melhorado, ano após ano.” Alguns destes trabalhos estão expostos na página do Observatório, que pode ser acessado no endereço www.observatorioemacao.blogspot.com.br

A coordenadora da Equipe Pedagógica do NRE, professora Sandra Mara Nogueira, ressalta a importância dessas ações para o processo educativo e social dos estudantes, lembrando que é fundamental que os textos produzidos em sala, saiam das escolas e sejam conhecidos pela sociedade. Segundo Sandra, o Observatório Social dá essa oportunidade, possibilitando que esses textos sejam funcionais, que existam na sociedade. “O texto serve para expressar aquilo que a gente pensa e o sentimos. Através de nossos textos, nós nos constituímos enquanto cidadãos e fazemos a nossa voz ser ouvida na sociedade, damos vida aos nossos sentimentos. A participação de vocês nesse processo é fundamental”, falou aos estudantes premiados.

Educação Fiscal

A Educação Fiscal para a cidadania é uma nova prática na área educacional que discute a relação do cidadão com o Estado, no campo financeiro, integrando suas duas vertentes: a arrecadação e o gasto público, e vigiando para que ambos sejam realizados com eficiência, transparência e honestidade. A educação fiscal discute temas como a relação entre a cidadania e os tributos, a importância dos tributos e da nota fiscal, e o controle social.

Via Local.pt

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil

O OSB é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. O Sistema OSB é formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.

Rua Heitor Stockler de França, 356, sala 101 | Centro Cívico | Curitiba – PR
CEP: 80.030-030
Telefone: 41 3307-7058
E-mail: contato@osbrasil.org.br